i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Luto

Michael Jackson: Genial!

Morte do ídolo pop comove o mundo. Resultado final da necrópsia pode demorar de seis a oito semanas

  • PorDa equipe do Caderno G, com agências internacionais
  • 26/06/2009 21:10
 |
| Foto:

Internet

Morte de Michael Jackson derruba Google e outros sites

A notícia da morte de Michael Jackson, por volta das 19 horas (horário de Brasília) de quinta-feira (25), causou uma pane emergencial no Google. Com a curiosidade gerada sobre o rei do pop, milhares de pessoas digitaram as palavras "Michael Jackson" na busca do site ao mesmo tempo. O sistema operacional da rede reconheceu o fato como um ataque cibernético, "um vírus", definiu Bernardo Costa, diretor multimídia da agência curitibana Go2nPlay Studios, especializada em internet. Leia matéria completa

Vídeos

Michael Jackson mudou o mundo da música com seus vídeo clipes. Confira alguns dos principais sucessos da carreira do rei do pop no canal oficial do artista no YouTube:

Thriller

Assista ao making off de Thriller - Parte 1

Assista ao making off de Thriller - Parte 2

Billy Jean

Bad

Black or White

They Don´t Care About Us

Don´t Stop Til You Get Enough

Policia investiga se Michael Jackson abusou do uso de medicamentos

O escritório do legista do Condado (divisão administrativa) de Los Angeles disse ontem que Michael Jackson tomava vários remédios sob prescrição médica, mas que determinar a causa precisa de sua morte vai exigir exames e testes que podem levar entre quatro e seis semanas. O legista-chefe disse que o corpo do músico não mostrava sinal de trauma nem evidência de machucados intencionais.

Leia a matéria completa na editoria de mundo

  • Anos 70
  • Anos 80
  • Anos 90
  • 2009
  • Meninas suecas colocam flores e velas em memória do falecido ícone pop dos EUA Michael Jackson na praça de Sergel no centro de Estocolmo
  • Dançarinos executam música de Michael Jackson à tarde durante homenagem ao cantor no centro de Londres
  • Jovens chineses cantam suas músicas inesquecíveis e prestam homenagem à Michael Jackson em Pequim
  • Visitantes posam para fotos ao lado do boneco de cera de Michael Jackson no Museu Grevin em Paris
  • Fãs russos deixam flores em memória de Michael Jackson em frente à embaixada dos Estados Unidos em Moscou
  • A morte de Jackson fez manchetes em todo o mundo
  • A babá dos filhos de Michael Jackson conta que não era paga desde outubro de 2008
  • Ícone do pop Michael Jackson sofreu uma parada cardíaca em sua casa em Los Angeles
  • Michael Jackson não estaria respirando quando paramédicos chegaram à sua casa nesta quinta-feira (25), em Los Angeles
  • Aos 50 anos, os problemas de saúde de Michael Jackson viraram notícia após remarcar shows em Londres
  • Michael Jackson entrou para a história da música ao lançar o álbum
  • Michael Jackson revolucionou a música com seus vídeo clipes na década de 1980
  • Escândalos e fama: Michael Jackson foi acusado de assédio sexual contra crianças, mas foi julgado e absolvido
  • No dia 13 de julho deste ano, Michael Jackson começaria extensa temporada de shows na Inglaterra
  • O sucesso de Michael Jackson começou aos 5 anos aos lado dos irmãos no grupo The Jackson 5
  • The Jackson 5: Tito, Randy, Jackie, Marlon, Michael e Jermaine durante apresentação em 1974
  • Michael Jackson durante gravação de videoclipe no Pelourinho, em 1996
  • Barack Obama disse que Michael Jackson era um performer espetacular
  • Mulher é fotografado ao lado de figura de Michael no complexo de entretenimento em Hong Kong
  • Fãs fazem homenagem ao rei do pop Michael Jackson nesta sexta-feira (26) na Bulgária

Para legiões de fãs ao redor do mundo, ele era o Peter Pan da música pop: um garoto que se recusou a crescer. Mas, às vésperas de uma tentativa de retorno aos palcos e ao trono do pop, ele repentinamente se foi, desta vez, para sempre.

Aos 50 anos de idade, 40 deles vividos na mira dos holofotes, Michael Jackson foi declarado morto na tarde desta quinta-feira (25), no hospital da Universidade da Califórnia, em Los Angeles. O mundo agora aguarda um laudo definitivo sobre as causas da morte do cantor – de acordo com o IML de Los Angeles, o resultado final da necropsia pode demorar de seis a oito semanas.

Ensaiando à exaustão para a última turnê de sua carreira – seriam 50 shows na arena O2, em Londres, a partir de 13 julho –, o músico não teria aguentado o ritmo dos treinos e teve uma parada cardíaca. "Michael aparecia nos ensaios algumas vezes e tentava duramente estar apto a fazê-los", disse Brian Oxman, porta-voz da família Jackson, em entrevista à CNN. Oxman revelou ainda que o músico tomava fortes analgésicos e medicamentos de uso restrito, para aliviar dores severas causadas pelos ensaios.

Eram 12h26 (16h26 de Brasília) de quinta-feira quando o serviço de emergência de Los Angeles recebeu um telefonema da casa do cantor, que estava inconsciente (o áudio da ligação foi divulgado ontem, no site de celebridades TMZ – www.tmz.com). Aparentemente, Jackson foi reanimado por uma equipe de paramédicos antes de ser levado ao hospital da Universidade da Califórnia. O jornal Los Angeles Times informou que o cantor não respirava quando a ambulância chegou à sua casa. Sua morte foi confirmada às 13h07 (17h07 de Brasília). O corpo foi, em seguida, transportado de helicóptero para o Instituto Médico Legal (IML) do condado de Los Angeles.

A polícia de Los Angeles teria examinado ontem o carro do médico da família de Michael Jackson, cuja identidade não foi revelada. As autoridades acreditam que o veículo possa conter medicamentos ou pistas do que teria levado o artista à morte na tarde de ontem. O veículo foi mantido com a polícia pela possibilidade de conter medicações ou outras evidências.

Impacto

Assim como Elvis Presley e os Beatles, é impossível calcular, em sua totalidade, o efeito causado por Jackson no mundo da música. No auge de sua carreira, ele foi a maior estrela pop do mundo, vendendo mais de 750 milhões de discos. Antes da ascensão da apresentadora Oprah Winfrey ou da eleição do presidente Barack Obama, Michael Jackson teve papel fundamental no estreitamento das relações entre negros e brancos nos EUA, tornando-se um ídolo da nação norte-americana e não apenas de um grupo étnico.

Dos dias como o integrante mais jovem do Jackson 5 à sua carreira-solo nos anos 1980 e 1990, Jackson foi responsável por uma longa lista de hits como "I Want You Back", "Ill Be There", "Don’t Stop ‘Til You Get Enough", "Billie Jean", "Thriller" e "Black or White", calcados em seus acordes agudos e coreografias contagiantes.

Nos últimos anos, no entanto, seu nome era mais comum em manchetes de jornal devido à sua controversa vida pessoal.

Discografia

Astro gravou último álbum com músicas inéditas em 2001.

Got To Be There (1972)

O disco, com dez músicas, marcou o primeiro registro da carreira solo do músico então conhecido por liderar os irmãos no grupo Jackson 5.

Ben (1972)

Trata-se do segundo álbum solo de Jackson. O disco, com 11 músicas, foi lançado em agosto de 1972, sete meses depois de sua estreia solo com Got to Be There. O cantor deu preferência às baladas, gênero raro nas músicas dos Jackson 5.

Music and Me (1973)

Music and Me, lançado em abril de 1973, tem dez músicas e foi o terceiro álbum solo de Michael Jackson, lançado oito meses depois de Ben.

Forever, Michael (1975)

Apesar de se tratar do melhor álbum da primeira fase de sua carreira solo, esse quarto disco ainda estava longe da inovação provocada pelo quinto e próximo disco, Off the Wall.

Off the Wall (1979)

Dessa vez, Jackson deu uma pausa de quatro anos para só então lançar o primeiro fenômeno de vendas de sua carreira. Off the Wall é o primeiro álbum gravado pelo cantor em idade adulta. Ele misturou disco e rhythm and blues para surpreender público e crítica.

O resultado foi o topo das paradas e 11 milhões de cópias vendidas.

Thriller (1982)

Thriller é um verdadeiro marco na história da indústria fonográfica

Lançado pela Epic em 1982, vendeu mais de 100 milhões de cópias pelo mundo até hoje.

Das nove faixas, três alcançaram o topo das paradas: "The Girl is Mine", "Billie Jean" e "Beat It".

Jackson também investiu nos videoclipes, realizando verdadeiras superproduções, como o da faixa título, em que ele contracena com atores fantasiados de zumbis.

Bad (1987)

A crítica torceu o nariz ao considerar o disco pouco ousado na comparação com os dois trabalhos anteriores. Apesar disso, ele foi muito bem recebido pelo público, que comprou 26 milhões de cópias. Ele ficou no topo das paradas em 25 países.

Dangerous (1991)

Dangerous é o primeiro álbum lançado por Michael Jackson na década de 90. O cantor surpreende novamente ao vender mais de 30 milhões cópias até hoje.

HIStory: Past, Present and Future Book I (1995)

Álbum duplo lançado por Jackson, com trinta canções. No primeiro disco (HIStory Begins), há uma seleção de sucessos remasterizados.

Já o segundo (HIStory Continues) tem a primeira leva de músicas inéditas desde Dangerous.

Invincible (2001)

Invincible reúne dezesseis canções inéditas. O racha do cantor com a Sony resultou em uma fraca divulgação e oito milhões de discos vendidos, seu pior desempenho desde Off the Wall.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.