Oriovisto Guimarães critica ajuda de custo para senadores e diz que recusará a verba

Oriovisto Guimarães critica ajuda de custo para senadores e diz que recusará a verba Foto: Arquivo Gazeta do Povo

O senador eleito pelo Paraná Oriovisto Guimarães (Podemos) acaba de divulgar nota em que rejeita a ajuda de custo do Senado Federal para a mudança dos senadores. Com o título “Precisamos acabar com muitos privilégios”, a nota tem o seguinte teor: “Hoje tive a desagradável surpresa de saber que o Senado Federal paga a cada senador eleito R$ 33. 700,00 (um salário) como ajuda de custo no início e no final do mandato de cada senador. A justificativa para tal benefício seria a mudança do senador para Brasília ou de Brasília para o estado de origem (no final do mandato). Não usarei o auxílio mudança oferecido pelo Senado para me instalar em Brasília. O Senado calculou um impacto de R$ 3,64 milhões somente para essas ‘ajudas de custo’. Uma das minhas frentes de trabalho em Brasília será exatamente acabar com esses benefícios, que considero escandalosos. O país enfrenta um momento difícil e, por isso, precisamos refletir, pensar que este dinheiro vai fazer falta para a educação, para a saúde, para a segurança pública e para tantas outras carências de nosso povo. Precisamos economizar, acabar com estas regalias pagas com o dinheiro do contribuinte. Precisamos diminuir o tamanho do estado. Não aceitarei um centavo deste tipo de privilégio. O exemplo é fundamental se quisermos fazer a diferença e lutar pela transformação do nosso país. Oriovisto Guimarães – Senador eleito pelo Paraná”.

LEIA TAMBÉM: 

Siga Reinaldo Bessa no Twitter.

Curta a página no Facebook.

8 RECOMENDAÇÕES PARA VOCÊ